BIO

O guitarrista Jorge Shy é paulista da capital nascido em 1967. Incentivado pela música dentro de casa e pelo amor aos Beatles, iniciou no instrumento aos 13 anos de idade.

Foi um dos responsáveis pela formação da banda Tokyo, nos anos 80, ao lado de Supla, tornando-se assim um personagem importante naquele período intrigante do Rock Nacional. Após deixar a banda paulistana, mudou-se para o Rio de Janeiro a convite do compositor e baixista Leoni, o qual acabava de deixar o Kid Abelha para iniciar o grupo Heróis da Resistência. Ao lado de Alfredo Dias Gomes, Leoni e Lulu Martin, foram gravados 2 discos: “Heróis da Resistência” e “Religio”. Posteriormente, com uma segunda formação que incluía o baterista Galli, foi gravado o disco “Heróis Três”.

O Heróis da Resistência foi a primeira banda do Brasil a gravar e mixar um disco em Los Angeles produzido por Liminha (Gilberto Gil, Bebel Gilberto, Toninho Horta), além da experiência internacional de ter tocado em importantes festivais como o “New Music Seminar”, em NYC.

Shy deixou os Heróis em 1992 e no ano seguinte mudou-se para Boston, nos Estados Unidos, onde graduou-se em composição na Berklee College of Music no ano de 1998.

A partir daí, desenvolveu um elogiado trabalho autoral calcado no jazz e na música instrumental brasileira. Lançou quatro discos: “Guitartales” e “Sonho de Aviador”, ambos de 2001, “Crossing Path”, de 2013, e o recém-lançado “Somebody’s Waiting” (clique aqui para saber mais).

Paralelamente, Shy atua como educador na Faculdade e Conservatório Souza Lima, uma das mais importantes escolas de música São Paulo.